terça-feira, 12 de maio de 2009

KAMUNDO DIZ EM NOTA PARA O BLOG QUE CAIU POR DIVERGIR DO MINISTRO CARLOS MINC


De Raimundo Bonfim (Kamundo), que foi exonerado do cargo de superintendente estadual do Ibama, este Blog recebeu a seguinte nota:

Caro Eliomar de Lima,

Gostaria de prestar alguns esclarecimentos sobre a minha exoneração do IBAMA:

1. Sempre discordei da maneira como a atual gestão do Ministério do Meio Ambiente (MMA) vem conduzindo a política ambiental do Brasil. Foi relegada ao segundo plano as política de fortalecimento do SISNAMA. Exemplo: Comissão tripartite e programa nacional de capacitação de gestores ambiental. Que na gestão da Ministra Marina da Silva eram prioridade.

2. Atual gestão esta mais preocupada com a mídia do que com as políticas estruturantes.

3. Por não concordar com a condução do plano nacional de ordenamento da lagosta, articulei com os superintendentes do IBAMA e SEAP do Nordeste e Espírito Santo, um documento que foi chamado de “CARTA DE MACEIO”, o que tornou real o que já estava evidente: minha exoneração.

4. Volto para os trabalhos pastorais da Igreja Católica e o Movimento Social, com a certeza que as minhas causas nem sempre são as do atual gestor do MMA, como também algumas causas dele com certeza não são minhas. Sem demagogia “ecológica e libertária”

Obrigado,
Kamundo

12 comentários:

Anônimo disse...

"Foi relegada ao segundo plano as política de fortalecimento do SISNAMA"

SANTA CONCORDÂNCIA!!!!!

Esse lulês é mesmo uma doença. O pior é que está contaminando um monte de gente, inclusive, que escreve para os jornais locais. Até parece que vivemos nos tempos do quanto pior, melhor; quanto mais incompetente, melhor. TREVAS...
JÁ FOI TARDE. DEVERIA TER SAÍDO DURANTE O EPISÓDIO DA CUECA. DEMOROU. TOMARA QUE O BRASIL VIRE ESTA PÁGINA COMO VIROU A PÁGINA ESCRITA EM TUCANÊS. São todos farinhas do mesmo saco!

Rocileide disse...

Será esse senhor da mesma equipe da ministra Marina Silva?Para mim,a maior perda do governo Lula foi a demissão da ilustre ministra,voltemos no túnel do tempo e vejamos qual a causa da demissão da referida ministra ocorrido em maio de 2008, a história tem suas reprises...

Anônimo disse...

para lembrar: a querida ministra, inteligente e comprometida, pediu demissão.

Carol disse...

Um ministro que se presta a participar de uma passeata em favor da maconha, como Carlos Minc fez no Rio, não pode ser mesmo levado a sério.

Como li num blog, "a fala do “Coroa do Rio”, com aquela sua pinta de Tio Sukita do surf" pede a liberação total da maconha. Mas, "para que houvesse alguma mudança nessa área, seria preciso descriminar todas as drogas, especialmente a cocaína. E o Brasil adotaria sozinho tal posição. O resto do mundo continuaria a reprimir as drogas. Passaríamos a ser um centro mundial de atração de cérebros derretidos. Como se não nos bastassem os nossos próprios idiotas — alguns deles no topo da República."

Eis ai, o homem do meio ambiente. Que defende a droga, com seu ar de remanescente de Woodstock em seu coletinho incrementado, mostrando a verdadeira cara irresponsavel do governo Lula. Ele, como ministro de Estado que é.

Por que não consegue ser mais discreto, hein? Seria tão mais condizente com o alto cargo que ocupa.

O Brasil anda mesmo vermelho, mas de VERGONHA.

PROTETOR DO SANTO OFICIO disse...

Ora, o Kagismundo diz-se libertário e é militante da Igreja Católica. Como pode ser libertária uma pessoa da Igreja, meu Deus? A Igreja é instituiçao dominadora e castradora e jamais transforma em libertaária alguma gente. Da mesma forma eraa Ministra Marina Silva, uma freira na verdadeira acepç ao do conceito. Ô PT carola é esse do Ceará, com todos sentindo-se bverdadeiros santos e protegidos pelo Senhor. Atraso puro. PROTETOR DO SANTO OFICIO

Anônimo disse...

Eliomar, o que este Senhor deve explicar aos leitores deste blog são as razões pelas quais a justiça atendeu solicitação do MPF para prende-lo. Tudo bem, ele foi solto subsequentemente com a ordem da justiça. Porque ele não explica porque o processo no qual ele é investigado corre sob segredo de justiça?
Agora, Eliomar, porque diabos todos os petistas quando são pegados com a boca na botija eles retomam novas "atividades libertárias" Pobre Igreja Católica: agora além de ter de conviver com padres que carregam todo tipo de aberração sexual, têm agora que conviver também com a imundície petista...!

Anônimo disse...

Esse Minc parece saído das crônicas do jornalista José Simão... Coletinho, defensor de causas incompreensíveis, tirano e totalmente alucinado (talvez por isso defenda tanto a maconha e outras drogas).

Kamundo foi vítima de uma perseguição desse senhor que se diz o arauto do Meio Ambiente, mas conhece apenas a visão distorcida da realidade carioca.

Anônimo disse...

Já tá virando moda apagar os posts do leitores. Assim não dá Eliomar..

Nós postamos, e depois vc apaga? Cadê a democracia?

Raimundo Sousa

Tainam da Silva disse...

QUE INJUSTIÇA!
Exonerar Kamundo por sempre estar ao lado e defender os vulneráveis pescadores/as. Quem ganhará serão movimentos sociais e a igreja que terão agora a eficiência e a eficácia de Kamundo nas lutas cotidianas.

Aparecida disse...

O Minc Mídia cometeu uma grande asneira ao exonerar um dos seus auxiliares mais articulado e comprometido com o foco do Governo Lula - minorar a vulnerabilidade dos pobres. Kamundo veio das CEBs e não desanimará das lutas sociais.

DOMNGOS SAVIO disse...

Não é surpresa um ministro que foi convocado para apressar as licenças ambientais (o meio ambiente que se lixe)exonerar quem pensa diferente dele. Kamundo sempre pautou suas ações em prol dos menos favorecidos e foi exonerado agir assim e não fazer concessões aos lobbies poderosos.

Alcântara, Fortaleza - CE disse...

Enquanto pessoas como Kamundo forem injustiçadas, a vida em sociedade tende a piorar. Na reunião do Comitê Científico da Lagosta (realizada em Brasília neste mês) ficou explícito que as posições de Kamundo eram diametralmente oposta a do MMA. Ele a favor dos pescadores/as e o MMA dos lobbies da pesca. Não desanime Kamundo! Suas ações tornam o mundo melhor e mais solidário.