sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

CENTRAIS SINDICAIS VÃO REALIZAR DIA NACIONAL DE PROTESTO CONTRA DEMISSÕES

"O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e as centrais sindicais estudam a realização de um dia nacional de protesto contra a demissão de trabalhadores no Brasil. A decisão foi anunciada na tarde de hoje (27), após reunião na sede do sindicato. “Hoje o importante foi que todas as centrais, com exceção da CUT [Central Única dos Trabalhadores], vieram aqui para apoiar a luta dos companheiros da Embraer [Empresa Brasileira de Aeronáutica] e começar a pensar em ações unitárias onde houver outras demissões e em ações que levem em conta mudanças na política econômica do país”, disse o secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna.
Ele informou que na próxima semana as centrais sindicais vão se reunir novamente para elaborar um calendário de lutas para evitar mais demissões no país. Segundo Juruna, a mudança proposta pelas centrais passa pela diminuição da taxa de juros, redução da jornada de trabalho e aumento dos investimentos do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). Já o coordenador da Conlutas, José Maria de Almeida, citou a decisão do desembargador Luís Carlos Sotero, do Tribunal Regional do Trabalho de Campinas, aceitando o pedido de liminar e suspendendo as demissões na Embraer, dizendo que vai “corrigir, pelo menos provisoriamente, uma injustiça”. A Embraer, empresa fabricante de aviões, anunciou no dia 19 deste mês a demissão de cerca de 4,2 trabalhadores, o equivalente a 20% do quadro de 21.362 funcionários. Na ocasião, a empresa divulgou comunicado dizendo que foi a crise internacional."

(Agência Brasil)

Um comentário:

A.Morais disse...

Se assim fosse bastava o Desembargador baixar portaria: não pode demitir. O empregador é quem sabe se pode pagar ao empregado.