sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

HEITOR COBRA INFORMAÇÕES SOBRE CASO ENVOLVENVO SUPERINTENDENTE DO DETRAN


O deputado estadual Heitor Férrer (PDT) ocupou a tribuna da Assembléia Legislativa, nesta sexta-feira, para apresentar um requerimento solicitando ao Ministério Público Estadual toda a documentação relacionada ao caso que envolve o superintendente do Detran, João Pupo.
“Outrora, quando esse Poder tinha mais deputados a fazer questionamentos sobre os atos do Governo, matérias como essa buscavam o Legislativo. E e isso deixou de existir”, lamentou, referindo-se ao caso da ação contra Pupo e ao fato de o Poder Legislativo ter maioria esmagadora pró-governo.
A ação, que está na 4ª Vara da Fazenda Pública, questiona a concessão de selos para o transporte intermunicipal de passageiros, sem a devida licitação e fiscalização, por parte do Detran. No caso, Pupo é acusado de improbidade administrativa.

9 comentários:

Anônimo disse...

Balela. A Assembléia está muito bem informada do caso. Já fora realizadas diversas audiências públicas sobre o assunto junto à comissão de transportes daquela casa. Os operadores regulares de transporte de passageiros reclamam dessa barbaridade não é de hoje. O Sr. Heitor Ferrer nunca deu a devida atenção ao tema. Agora que a notícia ganhou os jornais ele vem posar de desinformado.

Heitor Férrer disse...

Audiência pública sobre irregularidades no Detran, não fui notificado para nenhuma. Em nenhum momento, meu gabinete foi visitado por alguém interessado nesse assunto, como, também, ninguém me abordou, pessoalmente, sobre qualquer problema no Detran.
Heitor Férrer

heitor ferrer disse...

Talvez as informações você, anônimo, tenha levado para a pessoa errada na Assembleia Legislativa. Denúncia sem documento é mera retórica.Só me posiciono sobre algo, quando posso fazer forte fundamentação na defesa de minhas posições, para não sofrer o constrangimento da desmoralização e da perda de credibilidade.Heitor Férrer

Anônimo disse...

Conduta irretocável do sr. Heitor Férrer.
João Teles, professor

Anônimo disse...

Há mais coisas a apurar no Detran...

Anônimo disse...

Quero ver a opinião dos dputados Fernando Hugo, Lus Pontes, Moesio Loiola e outros tucanos que só criticam erros do PT. Mera politicagem e mais nada.

Anônimo disse...

Heitor,
essa posição sobre a denúncia com relação ao DETRAN tem sido equilibrado, ou seja, não fazer ainda juízo de valor se ainda não dispõe dos documentos. Pelo que vi mais me parece uma nova irresponsabilidade do promotor. Não é possível tanta falta de cuidado com a honra alheia. O documento apresnetado pelo deputado Nelson Martins mostrou a licitação e uma parte que houve deserção, o que mostra que o ~Detran agiu dentro da legalidade. E a informação do promotor colocando o rapaz como do DERT. Isso é um absurdo e só serve para desmoralizar o Ministério Público e facilitar a vida dos verdadeiros larápios.
Cláudio

Anônimo disse...

Eliomar,

É impressionante como aparece logo um representante dos "Defensores dos Amigos do Alheio". Num batedor de carteira, jogam pedras. Mas num suspeito travestido de "otoridade", os do DAA saem logo da toca pra defender o candidato a ladrão de casaca. Será que existe diferença tão grande entre roubar dinheiro privado e roubar dinheiro público???

O cara já abre os comentários da coluna para questionar as reais intenções de quem? Um doce pra quem acertar: do deputado Heitor Ferrer, vejam só... A que ponto de amoralidade chegamos hein? Estamos diante de mais um adepto do "Ô BESTEIRA" da prefeita mais preguiçosa do Brasil. Filiada ao partido que mais banalizou a ética e relativizou a verdade com métodos como esses do caro anônimo: o de tentar desqualificar os que tentam investigar ou publicar crimes seus ou de aliados.

Adorei a resposta direta do Deputado Heitor Ferrer ao injusto comentário. Ele tem sido uma das duas únicas vozes que REALMENTE zelam pelo bem público e representam os interesses da população.

PARABÉNS, deputado. V.Exa. faz a diferença nesse plenário tão submisso às forças do atraso.

Carol

Anônimo disse...

Como sempre as declarações dos acusados e a própria imprensa (que não investiga) acabam por deturpar os fatos. Vejo críticas a atitude do ministério público. Isso é um absurdo. O fato do governo do estado está preparando uma licitação não o exime de ter distribuído selos para transportadores piratas. Até onde sei a lei exige licitação para prestação de serviço público e a desculpa de que a população ficaria desassistida é mentira, pois foram distribuídos selos nas regiões de pacajus e caucaia. Estas apresentam cooperativas regularmente licitadas, isso sem falar nas empresas de ônibus que detem contratos regulares. A verdade é que distribuiram esses selos a mafiosos travestidos de presidentes de cooperativas que vendem esses selos a trabalhadores (topiqueiros) desavisados ou re-distribuem a protegidos. Enquanto isso os licitados e regulares segundo a lei são obrigados a pagar impostos e ainda estão sujeitos a hostilidades por parte dos piratas. Para finalizar vcs lembram do último acidente com uma topic na RMF? Era uma topic selada e a responsabilidade do estado neste caso?