sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

COMUNIDADES INDÍGENAS DO CEARÁ GANHAM ESCOLA

A secretária da Educação do Ceará, Izolda Cela, entregará nesta sexta-feira duas escolas do ensino funamental e médio indígenas que beneficiarão comunidades indígenas dos municípios de Monsenhor Tabosa e Crateús. Em Monsenhor Tabosa, a unidade será entregue nesta manhã, enquanto a de Crateús, a Escola Diferenciada, como é chamada, será inaugurada às 15 horas.
A escola de Monsenhor Tabosa atender alunos das etnias Potiguara, Tabajara, Gavião e Tubiba Tapuia, enquanto a de Crateús beneficiará as etnias Potiguara, Kalabaça e Kariri.
O projeto arquitetônico das escolas indígenas respeita as especificidades da cultura e da história dos índios cearenses. Apresenta, entre outros diferenciais, áreas para a prática de danças típicas, como o Toré. As obras foram acompanhadas pelo Departamento de Edificações de Rodovias (DER).

2 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns aos líderes e às comunidades ! Escola é um belo lugar para se lutar contra a tentativa de anulação e negação do povo, fruto do desconhecimento histórico.
João Teles, autor de tese de graduação sobre o tema.

Laura Perdigão disse...

E os Tapebas aqueles "cabocos mamadores de cachaça" não ganharam nada?Vai ver eles querem uma universidade...!