domingo, 22 de fevereiro de 2009

JARBAS BATE EM BANDA CORRUPTA DO PMDB PARA BENEFICIAR SERRA, DIZEM AECISTAS


"O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) mirou o PMDB do presidente do Senado, José Sarney (AP), e do líder Renan Calheiros (AL), quando disse que boa parte do partido "quer mesmo é corrupção", mas acabou atingindo a pré-candidatura presidencial do governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB). É o que avaliam setores expressivos do PMDB e do PSDB, para quem Aécio foi abalroado mais "de caso pensado" do que "por tabela". Alguns suspeitam até de que o senador possa ter agido para beneficiar o governador paulista José Serra, concorrente de Aécio na disputa pela vaga de candidato a presidente pelo PSDB. É o caso do líder peemedebista na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), que vem acalentando o sonho de filiar Aécio ao PMDB para transformá-lo em candidato em 2010."

(Congresso em Foco)

8 comentários:

Anônimo disse...

A manchete do blog reflete a verdade de que falei em post anterior.Infelizmente, por isso fui agredido por quem não tem argumento.Continuo fazendo o meu papel de professor: discutindo os assuntos, visando o meu crescimento e dos felizes leitores deste blog.Com todo o respeito...
João Teles, professor

Almalo disse...

Concordo com o professor João Teles. Essa história de Jarbas e PMDB tem ddedo de tucano.

Anônimo disse...

Obrigado, Almalo pelo aparte respeitoso.

João Teles

Anônimo disse...

Ele estar querando ser vice do Serra. Quando a entrevista foi dada a Veja só um burro não percebeu.

PEDRO ALBUQUERQUE disse...

Não importa as razões por trás das declarações de Jarbas. O que ele disse corresponde à verdade. Sarney, Barbalho, Jucá, Renan são fétidas rapinas da política nacional. Alguém discorda? Alguém se oporá ao fato de que Lula não inaugurou no Brasil uma nova forma de fazer política? Alguém contestará a realidade segundo a qual a esquerda preferiu traçar o caminho fácil da política de alívio social do que a difícil, porém estrurante, política de mudanças estruturais? Jarbas tem razão e tem moral para dizer e assumir o que disse. Esse negócio de ficar especulando com as intenções é de quem quer psiquiatrizar a política brasileira e, com isso, turvar o ambiente. Se assim fora, que intenções têm os que aqui neste blog afirmam que as declarações de Jarbas servem a José Serra? Terão esses blogueiros a intenção de beneficiar a Lula e sua Dilma? Ora, e se for isso, o que é mais importante para o debate, o que desconheceram nas declarações de Jarbas ou o que se imagina ser suas intenções? É claro que, o mais importante foi o que, deliberadamente, quiseram esconder das declarações do senador pernambucano através da acusação de que ele estaria a serviço de Serra. Por favor, menos máscaras camaradas! Pedro Albuquerque.

Anônimo disse...

Professor Pedro,como cidadão e autoridade Jarbas tem obrigação de denunciar às autoridades qualquer crime que seja de seu conhecimento.

Citou nomes, fatos, pediu investigação do Ministério Público sobre os corruptos? Não, o que fez foi levantar acusações genéricas, por meio de uma das mais sujas publicações do Brasil, a Veja.

Professor,seu sociologês não traz razões suficientes para justificar a indignação TARDIA de Jarbas com o PMDB. Ele não passa de um moralista de ocasião, que há 40 anos come no mesmo cocho com os parceiros de partido que acusa no atacado mas não tem coragem de nominar.

Anônimo disse...

Concordo com o Pedro Albuquerque.

Mas parece , professor, que o que importa pra esse povo alienado é tergiversar sobre as "intenções" do senador, que é uma maneira marota, mas indecente, de camuflar o X da questão: a corrupção crônica do partido mais fisiológico do país - o PMDB.

Já meteram até o Aecim do PSDB como prejudicado pelas denúncias do PMDB, que é pra reforçar a desqualificação. Daqui a pouco, até o bispo vai se sentir prejudicado, vejam só quanta idiotice...

Desqualificam o Senador Jarbas, um político FICHA LIMPA (coisa rara na política hoje em dia), e atacam grotescamente a VEJA, que apenas cumpre seu papel de informar. Gostam mesmo é de ser enganados, né? Em caso de adultério da digníssima, tragam a lista dos nomes pra confirmar...

Aí um anônimo irritado exige de Jarbas "obrigação de denunciar às autoridades qualquer crime que seja de seu conhecimento". Faz isso por esperteza ou por desconhecimento? Sim, porque "as autoridades" já estão carecas de saber, já conhecem os crimes todos. Só pra resumir, dos 27 presidentes regionais do PMDB, 17 têm problemas com a justiça. Dos 20 senadores, 8 respondem a processos no STF por crimes de corrupção, formação de quadrilha, falsidade ideológica, e outros delitos mais. Fora os que conseguem escapar da Dona Justa, né?

Esse pessoal ou não se informa ou tem memória de sapo. Ou engana ou quer mesmo é ser enganado. Porque não tem o que questionar: são fatos. E contra fatos não há argumentos.

É, prof. Pedro, a que ponto chegamos. O senador foi entrevistado, ao ser questionado falou de sua decepção com o caminho que o partido a que pertence tomou, a revista publica e logo aparece uma horda de justiceiros querendo comer o fígado do homem, exigindo provas de sua decepção e desqualificando a revista. Ora mas vejam só. Parece que ninguem se indigna mais com essa chaga da corrupção. Ou será má-fé?

É osso!

Carol

Anônimo disse...

Eliomar,

Só para ilustrar seu excelente blog, um pouco do que tem sido a Oligarquia Sarney no mais pobre estado brasileiro: o Maranhão.

"- Para nascer, Maternidade Marly Sarney;
- Para morar, escolha uma das vilas: Sarney, Sarney Filho, Kiola Sarney ou Roseana Sarney;
- Para estudar, há as seguintes opções de escolas: Sarney Neto, Roseana Sarney, Fernando Sarney, Marly Sarney e José Sarney;
- Para pesquisar, apanhe um táxi no Posto de Saúde Marly Sarney e vá até a Biblioteca José Sarney, que fica na maior universidade particular do Estado do Maranhão, que o povo jura que pertence a um tal de José Sarney;
- Para inteirar-se das notícias, leia o jornal O Estado do Maranhão, ou ligue a TV na TV Mirante, ou, se preferir ouvir rádio, sintonize as Rádios Mirante AM e FM, todas do tal José Sarney. Se estiver no interior do Estado ligue para uma das 35 emissoras de rádio ou 13 repetidoras da TV Mirante, todas do mesmo proprietário, do tal José Sarney;
- Para saber sobre as contas públicas, vá ao Tribunal de Contas Roseana Murad Sarney (recém batizado com esse nome, coisa proibida pela Constituição, lei que no Estado do Maranhão não tem nenhum valor);
- Para entrar ou sair da cidade, atravesse a Ponte José Sarney, pegue a Avenida José Sarney, vá até a Rodoviária Kiola Sarney. Lá, se quiser, pegue um ônibus caindo aos pedaços, ande algumas horas pelas 'maravilhosas' rodovias maranhenses e aporte no município José Sarney.

Não gostou de nada disso? Então quer reclamar? Vá, então, ao Fórum José Sarney, procure a Sala de Imprensa Marly Sarney, informe-se e dirija-se à Sala de Defensoria Pública Kiola Sarney..."

Ele é o imperador do partido que decepciona Jarbas Vasconcelos. E tem gente que ainda acha que o senador foi injusto e culpam a VEJA por publicar a fala do homem. Será que queriam a censura? Vejam só!

Carol