domingo, 22 de fevereiro de 2009

PDT NÃO QUER PATRÍCIA DISPUTANDO SENADO

O PDT do Ceará vai botar seu bloco na rua, em matéria de encontros regionais de olho nas eleições 2010, a partir de abril. A confirmação foi dada neste domingo de folia pelo presidente regional da legenda, André Figueiredo, que descansa em sua casa na lagoa do Cauípe, em Caucaia (Região Meetropolitana de Fortaleza). "Nós vamos iniciar esses encontros por Juazeiro do Norte. O nosso objetivo é começar a reestruturar nossos diretórios municipais e planejar ações regionais.", disse Figueiredo. Ele garantiu ainda que o partido definiu como prioridades eleger dois deputados federais, quatro deputados estaduais e ter candidato ao Senado.
Uma novidade que André revelou: "Nós queremos a senadora Patrícia Saboya disputando cadeira de deputada federal. Quanto ao Senado, temos Flávio Torres como opção", disse.

CONCLUSÃO - Patrícia viria a ser carro-chefe de votos no PDT para a disputa proporcional.

7 comentários:

Anônimo disse...

Bem feito para ela, mas a salvação dela é mesmo a Câmara, pois ao senado não tem mais chance.

Paulo disse...

PDT NÃO QUER PATRÍCIA DISPUTANDO SENADO.E o povo,o eleitor,por acaso,quer?Flávio Torres,candidato ao Senado? Que sacanagem,é queimar o "hômi"!

Anônimo disse...

Faltou Andrezinho perguntar ao Tasso se ele deixa.

Quanto a queimar o Flávio Torres, só se começar pela cabeçâ, pq pense num pé fríii!!!

Anônimo disse...

Quem decide mesmo é o Tasso a quem nunca se desligou...

CAUDILHO DE ALMA PENADA disse...

O André conseguiu transformar o PDT num partidinho a serviço de sua paróquia de interesses eleitorais e pessoais. O interessante nisso tudo é que o Heitorzinho fica calado. O PDT é ex-PDT, o André é ex-André. E o Flavio Torres? Politica e eleitoralmente, é um zero à esquerda. CAUDILHO DE ALMA PENADA.

Anônimo disse...

O prestígio de Flávio Torres e o compromisso da Patrícia com o PDT podem ser medidos por um fato só:

Flávio é suplente de Patrícia no senado; pois bem, até hoje ela não permitiu que ele assumisse o mandato um dia sequer, mesmo ele tendo alugado a sigla para ela ser candidata a prefeita. É cré com cré.

Anônimo disse...

Depende, o flavio e o andré que é sua cria comandam o pdt para seus interesses próprios, se a patricia deixar o flávio assumir a vaga de senador eles apoiam,mas, se ela não tirar licença para o flávio assumir eles não apoiarão, esse grupo que comanda o pdt antes mesmo da morte do brizola sempre agiu assim. O heitor que deveria comandar o partido não o faz, é um banana covarge, tem medo deles, nunca os enfrentou, prefere a omissão. esse pdt de hoje é um partido iguais a outros partidos de alugueisaaaaa, mas o preço quem dita é essa camarilha, ai daquele que ousar desafiá-los.