sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

BONS VENTOS ESCLARECE SOBRE PARQUE EÓLICO SUSPENSO PELO MINISTÉRIO PÚBLICO

Este Blog recebeu, nesta sexta-feria, nota da empresa Bons Ventos, um dos grupos que teve seu projeto de parque eólico, em implantação no município de Aracati (Litoral Leste do Ceará), questionado pelo Ministério Público Estadual e suspenso pela Justiça. Divulgamos a decisão do MP e agora leia a versão da Bons Ventos:


Fortaleza, 06 de fevereiro de 2009.

Nota de esclarecimento

A Bons Ventos, responsável pela implantação dos parques eólicos Bons Ventos, Canoa Quebrada e Enacel, no município de Aracati, não recebeu nenhuma notificação sobre a decisão da 2ª Vara do último dia 06 de janeiro. A empresa, no entanto, vem à publico para esclarecer, que possui todos os licenciamentos para a execução da obra, concedidas pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente Ceará (SEMACE), órgão ambiental competente, e pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Por ser um empreendimento energético de baixo impacto ambiental, um parque eólico é licenciado através do Relatório Ambiental Simplificado (RAS), de acordo com determinação da Resolução do Conama 279/01. O RAS incluiu a descrição do projeto, o diagnóstico ambiental da região trabalhada, o prognóstico dos impactos ambientais e sociais, a caracterização ambiental futura da área de influência, além das medidas compensatórias.

Num claro sinal do comprometimento com a preservação da memória cearense, a Bons Ventos procurou, de forma pró-ativa, o IPHAN para realizar estudos complementares de prospecção arqueológica na área dos parques. A empresa investiu na contração de arqueólogos que, sob supervisão do IPHAN, realizaram o trabalho de diagnóstico, prospecção e regaste de sítios arqueológicos da região, os quais foram concluídos no dia 11 de outubro de 2008, prevenindo danos ao patrimônio arqueológico.

A eólica é uma fonte de energia limpa, perene e inesgotável. Sua maior vantagem prática para o Brasil, no entanto, é o aspecto complementar à energia hidroelétrica, maior fonte de geração do país. As usinas Bons Ventos, Canoa Quebrada e Enacel juntas têm potência instalada de 138,5MW, capacidade para suprir aproximadamente 500.000 pessoas. A energia gerada representa cerca de 10,5% do consumo do Ceará e contribuirá para mudar o perfil energético do estado, que hoje importa praticamente toda energia consumida.


Sem mais,

A Diretoria.

* Leia aqui informação sobre o caso divulgada neste Blog.

3 comentários:

Prof.Othoniel Lopes disse...

Os VERDES são o atraso do Brasil!! Onde esse pessoal se mete o progresso para...

Amelia Araripe disse...

Só falta o Ministério Publico proibir os cataventos de Limoeiro!!

Maurição disse...

Junte um ambientalista ecochato e um MP que adora aparecer pra vc ver a m(*) que dá!