segunda-feira, 20 de abril de 2009

PREFEITA GARANTE: NÃO TEVE OVERDOSE, CIRROSE...E SE DIZ "RESSUSCITADA"


"Ainda exposta a uma onda de disse-me-disse, a petista Luizianne Lins (PT) se revelou bem humorada com o rosário de boatos “criado” para tentar explicar seu sumiço repentino há algumas semanas. Desaparecimento que esteve em parte dos três primeiros meses de sua segunda administração como prefeita de Fortaleza. “Já ouvi tanta coisa!”, admira-se. Luizianne Lins, na boca de dez entre dez que conversam sobre seu sumiço e ressurgimento em pleno domingo da Ressurreição, teria ido para São Paulo se tratar numa clínica de desintoxicação por causa de uma overdose. Mais, que estava se curando de uma cirrose porque beberia muito; que tinha ido fazer um aborto; que atravessara uma depressão profunda; que descobrira uma leucemia; que fora vítima de um aneurisma; que um tumor aparecera em sua cabeça... “Já ri tanto”, diverte-se. “Ressuscitada”, segundo ela mesma depois de “uma Sexta-Feira da Paixão”, a petista, de 40 anos, reafirma que foi vítima de uma cefaleia e um pico de pressão que chegou a 24 por 16. “Eu vi a morte de perto. Comecei a ter uma dor (de cabeça) que foi a maior dor que já senti em toda minha vida”, espanta-se. O susto, que começou no último dia 13 de março, teria dado algumas lições. “Encontrei meu limite”, dimensiona. Três quilos mais magra, cabelos na escova, maquiada, vestida em blazer vermelho, camisa Lacoste de mangas compridas, jeans bem alinhado, encontramos uma Luizianne diferente da prefeita quase sempre criticada pelo jeito despojado dos compromissos públicos e do descuido com a vida pessoal. Aconselhada por médicos como Roberto Kalil Filho, responsável pela saúde de políticos a exemplo do vice-presidente da República José Alencar (PR), Luizianne foi orientada a diminuir o estresse em seu cotidiano para que a pouca qualidade de vida pessoal não a faça novamente refém. E possa derrubá-la novamente. Tarefa difícil para quem é pura eletricidade e carece de conselheiros que em alguns momentos a convençam a reduzir a marcha do trator e ponderar frente a convicções solitárias. As recomendações médicas por um novo modo de cuidar da saúde, no entanto, podem esbarrar em velhos e novos problemas da cidade. Como trocas no secretariado e um incômodo PMDB de Eunício Oliveira, que cresceu o olho para a vaga de vice-governador em 2010."

* Leia a entrevista na íntegra no O POVO aqui.

13 comentários:

Anônimo disse...

Já que a senhora se sente ressuscitada, que tal ressuscitar a nossa Fortaleza, que um dia já foi bela?

Luis Arthur Silva disse...

Que esse entusiasmo todo se reflita em melhorias na qualidade e na agilidade dos serviços públicos.

Anônimo disse...

SE O PROBLEMA DELA ERA SÓ STRESS PORQUE TANTO MISTÉRIO?

NÃO ME INTERESSO NEM UM POUCO PELA SAÚDE DA LUIZIANE, MAS É MUITO IMPORTANTE SABER SOBRE A SAÚDE DA PREFEITA HAJA VISTA QUE É (DEVERIA SER) A MAIOR LIDERENÇA DA CIDADE.

NO STRESS!

Anônimo disse...

A prefeita Luizianne certamente nunca se preocupou em esconder seu gosto pela bebida alcólica. Sem postura adequada, vem há anos, se comportando como estivesse cuidando de um gremio estudantil.
PORTANTO, NADA A DESMENTIR.
A vida pessoal, em um cargo de tal importância, não pode interferir no comportamento de um Executiva eleita.
Por outro lado, quais outros moti-
vos levaram a Prefeita optar por tratamento de saúde, fora de Forta-
leza, sigilosamente.
A medicina local não está a altura
de sua insuportável dor de cabeça ?
Os hospitais locais vazariam infor-
mações constrangedoras ?
E seus eleitores, só podem opinar no dia da eleição ? E estes mesmos eleitores não tem o direito de com-portamento transparente por parte da Prefeita ? Mais uma vez, a PRE- FEITURA DE FORTALEZA NÃO É UM CENTRO ACADEMICO UNIVERSITARIO !!!
A Prefeita tem obrigações e o dever
de "PREFEITAR".

josé sales disse...

Parece que o Jornal O POVO faz realmente da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Fortaleza, como se comenta em toda cidade. Semanalmente faz um "encarte" sobre a Prefeita Luizianne Lins.

Anônimo disse...

Graças a Deus, Fortaleza é ressuscitada a cada dia a cada quadra invernosa, a cada periodo de Denge e cada gestor que governa como sua residencia. Fortaleza tem um pequena familia de mais de 2,5 habitantes.

Anônimo disse...

Viva a Lôra, que tenha muitos anos de celebração da vida, coisa que as pessoas infelizes não toleram.
Aí está ela, bela e saudável, para desgosto dos maus perdedores.

Quanto à sistemática "perseguição" desse José Sales, me parece caso típico de paixão rejeitada. Será?

Josualdo Meireles disse...

Que nada, o José Sales tem toda a razao para reclamar da postura jornalística do O Povo em relaçao à Prefeita. Às vezes sai como matéria jornalística a íntegra de press releases do Paço Municiapl. Todo mundo nota essa caidinha do jornal pela Lôra. Deve ser pelos olhos e pela beleza dela, nao é nao? Josualdo Meireles

Marcelo Mendes disse...

Se a equipe médica sugeriu "diminuir o ritmo de trabalho", temo que a Prefeita precise se aposentar.
É bem pouco provável que alguém possa trabalhar menos que ela.
O ex Prefeito Juraci Magalhães, aos 70 anos e com câncer, nunca deixou a cidade ou a administração pública, nem um único dia por estar "estressado"!
Tinha uma oposição virulenta e competentíssima, que o atacava diariamente, inclusive com CPIs.
Chico Lopes, Heitor Férrer, Inácio Arruda, Zé Airton, Luizianne Lins, Artur Bruno, Patrícia Gomes, Lula Morais esses eram alguns dos muitos opositores que faziam uma emocionada perseguição à sua administração.
Nunca deixou de estar em seu gabinete ou visitando obras as sete da manhã, nem muito menos teve "pico de hipertensão".
E hoje? Que problemas tem a atual gestão para administrar?
Que "estresse" viveu nos quatro primeiros anos de seu mandato?
Teve a mais esmagadora maioria vista na CMF de todos os tempos!
Nunca teve oposição, sempre fez o que quis, com a conivência e o silêncio irresponsável de 37 dos 41 vereadores da cidade e ainda está cansada?
De que?
Quem está cansado somos nós!

ferreira disse...

(José Sales/09:00) Não seja tão injusto com o "O Povo". O caderno Vida e Arte, este sim, é um verdadeiro "encarte" diário sobre o Sen. Tasso Jereissati. Ou o senhor ainda não percebeu?

Thiago de Menezes disse...

OPOVO é o segundo Diário Oficial da prefeitura.

Anônimo disse...

Eliomar, essa entevista da prefeita é veraddeira ou é pura alucinação e fantasia. A mulher querer mostrar que está estressadíssima de tanto trabalhar quando qualquer um sabe que não pisa no gabinete. Me poupe...

alexandrinamota disse...

É impressionante como os adversários de LUIZIANNE LINS são ácidos, virulentos e desrespeitosos. O debate sai do campo das idéias para o ataque pessoal. A tentativa de desconstrução da administração é uma constante, mas, como a própria prefeita falou: O povo é sábio. Tive o privilégio de participei da coordenação de campanha do companheiro Deodato Ramalho (1° suplente PT/PMDB com 6.626 votos) e nas atividades conjuntas com a campanha majoritária presenciei o grande carinho e confiança que o povo de Fortaleza tem por Luizianne. Há um esforço grande da oposição em desgastar esse capital político forte, através de tentativas constantes de desconstruir a administração. Os problemas são inúmeros, concretos, mas alegra-nos saber que temos uma prefeita comprometida com os menos favorecidos, saber de que lado Luizianne está. Saúde Prefeita! ... "Uma mulher que merece viver e amar como outra qualquer do planeta"...