sábado, 9 de maio de 2009

ARQUIDIOCESE DE FORTALEZA MUITO DISCRETA SOBRE CAMPANHAS EM FAVOR DOS DESABRIGADOS

Até agora, não vimos nem ouvimos algum tipo de campanha, por parte da Arquidiocese de Fortaleza no que diz respeito a apoiar as mais de 200 mil famílias atingidas pelas fortes chuvas no Estado. No Interior, com certeza, dioceses estão puxando campanhas.
O que nos deixa incomodado é que, em passado recente, a Arquidiocese já teria mobilizado suas paróquias em favor dos desabrigados. Se há alguma movimentação, é de caráter isolado.
No passado, o falecido Cardeal Aloísio Lorscheider seria o primeiro a puxar campanhas.
Dom José Antônio de Aparecido Tose, arcebispo, bem que poderia tirar a impressão de que só trabalha calado. Com certeza, a Cáritas deve estar se movimentando. Esses são questionamentos que vários grupos católicos da Capital cearense fazem por meio deste Blog.
A propósito: como estão atuando também as várias igrejas evangélicas que adoram bradar aos céus salvação?

7 comentários:

Anônimo disse...

ELIOMAR NÃO É ATOA QUE A IGREJA CA TÓLICA A CADA ANO VEM PERDENDO SEUS FIÉIS. ESSES BISPOS NÃO PISAM O SEU SAPATO DE PELICA NA LAMA E NEM DÃO AS SUAS MÃOS AOS DOENTES. AGORA FAZER FIGURAÇÃO EM FESTAS, CASAMENTOS, BATIZADOS, AÍ NÃO FALTA BISPO E NEM PADRE....SAIAM DOS SEUS CASTELOS SENHORES PADRES DA IGREJA CATÓLICA....

Daniel Fonsêca disse...

Eliomar, pelo menos eu recebi, sim, uma carta enviada pela Pastoral da Comunicação (Pascom), com a seguinte convocatória do arcebispo:

Fortaleza, 7 de maio de 2009.

Circular 004/2009: Vamos em socorro dos irmãos

“ Cada um dê conforme decidir em seu coração, sem pena ou constrangimento,
porque Deus ama quem dá com alegria.” (2 Cor 9, 7)

Aos Párocos e Vigários Paroquiais responsáveis por Áreas Pastorais,
A todas as comunidades eclesiais.

Na alegria e na Paz no Senhor!


Estamos vivendo situações de urgência e grandes necessidades. As chuvas que são esperadas com alegria pela fartura que trazem aos pobres no sertão, tornaram-se motivo de preocupação pela destruição que, em seu excesso, vem realizando. São muitos os repentinamente desabrigados e desprovidos do mínimo necessário para sua subsistência.

Sentindo o clamor de muitos irmãos pobres e a preocupação ansiosa do coração dos pastores em lhes poder socorrer em suas premências, vimos solicitar a todos os irmãos e irmãs em nossas comunidades o gesto concreto e solidário que esta hora exige.

Estamos propondo que nesta semana próxima motivemos e recolhamos em todas as nossas comunidades doações em alimentos, roupas e dinheiro para os muitos desabrigados. Poderemos aproveitar os finais de semana 9 e 10, 16 e 17, bem como o muito concorrido dia 13 de maio, para estas coletas em favor de nossos irmãos desabrigados.

Pedimos a todos os pastores que motivem as comunidades para estas Coletas de socorro fraterno, que serão uma manifestação concreta de nossa comunhão eclesial.

As doações recolhidas deverão ser encaminhadas à Caritas Arquidiocesana no Centro de Pastoral “Maria, Mãe da Igreja”, que às disporá às paróquias e elas mesmas as farão chegar os irmãos que precisam.
Conforme as palavras de São Paulo – tão lembrado por nós neste seu ano jubilar – em circunstância semelhante: “De fato, o serviço desta coleta não deve apenas satisfazer às necessidades dos cristãos, mas há de ser ocasião de dar efusivas ações de graças a Deus. Tal serviço será para eles uma prova; e eles agradecerão a Deus pela obediência que vocês professam ao Evangelho de Cristo e pela generosidade com que vocês repartem os bens com eles e com todos. Eles manifestarão a sua ternura, rezando por vocês por causa da graça extraordinária que Deus concedeu a vocês. Graças sejam dadas a Deus por seu dom extraordinário.” (2 Cor 9, 12 – 15)

Em Jesus e Maria,
Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques
Arcebispo Metropolitano de Fortaleza

Marcellus Rocha disse...

Caro,Eliomar..

A Paróquia do Município de Granja está se mobilizando para ajudar os desabrigados daquela Cidade da Zona Norte.Colocarei,agora,no Blog Ceará é Notícia,uma banner virtual que você pode reproduzí-lo para colaborar.

Muito obrigado.

Marcellus Rocha

Aílton Luz disse...

Gente, nessa hora o arcebispo tem que meter a cara e aparecer mesmo. Carta todo mundo tá mandando. Todo mundo tá fazendo campanha, mas a Arquidiocese não é a igreja -mae no Estado? DomJosé aparece,macho véi!

Anônimo disse...

É apenas questão de estilo. Não saber a mão esquerda o que a direita faz. É um bom homem, o arcebispo.

pamela disse...

NA REALIDADE NÃO VIMOS NADA DESSA ARQUIDIOCESE EM PROL DOS DESABRIGADOS.CARTA?, O ARCEBISPO TORSI MARQUES OU QUEM ELE DESIGNASSE DEVERIA MOSTRAR A CARA COMO OUTROS QUE PASSARAM POR NÓS.TRABALHAR COM DISCRIÇÃO´DEMASIADA AS VEZES PODERÁ PASSAR A IDEIA DE OMISSÃO

ericodc disse...

nesse momento só no maranhão há masi desbrigados que em santa catarina no ano passado.

mas não somos tão brancos, nem estamos tão perto do sul...