sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

CASO BANCO CENTRAL - EX-PREFEITO DE BOA VIAGEM JÁ ESTÁ EM LIBERDADE


Já está em liberdade o ex-prefeito de Boa Viagem, Antônio Argeu Nunes, acusado de participação no furto milionário à sede do Banco Central, em Fortaleza, na ordem de R$ 164,7 milhões e que se registrou em agosto de 2005.
Os advogados Paulo Quezado e João Marcelo Pedrosa entrarm com liminar junto ao Superior Tribunal de Justiça pedindo a soltura de Nunes.
O ex-prefeito estava preso no IPPOO-II, em Aquiraz (Região Metropolitana de Fortaleza), e a liminar foi concedida pelo ministro Napoleão Nunes Maia.

* Sobre o Caso BC, leia mais aqui.

5 comentários:

Dorinha disse...

Quem tem Paulo Quezado tem um amigo na praça.

Paulo disse...

Também,com esses dois advogados,qual o bandido que fica preso,no Ceará?

Anônimo disse...

Só os pobres...

Vavá disse...

Como Napoleao Nunes Maia chegou ao cume do poder do judiciário? Vavá.

Anônimo disse...

É por esses e outros fatos que fica determinado:nesse país de injustiça, o crime compensa.