domingo, 1 de março de 2009

MST INVADE FAZENDA DE DANIEL DANTAS EM PROTESTO A CRÍTICAS DE GILMAR MENDES

"O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) invadiu uma fazenda do banqueiro Daniel Dantas em protesto contra o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes. Responsável por conceder o habeas corpus que tirou da prisão o empresário acusado de crimes financeiros, Mendes criticou o repasse de dinheiro público a movimentos sociais que promovem ocupações de terras. A Fazenda Espíritos Santo, em Xingara (PA), foi invadida por cerca de 100 pessoas. A propriedade rural pertence à Agropecuária Santa Bárbara, do grupo Opportunity, controlado por Daniel Dantas. O gerente da fazenda, Oscar Doller, disse à Agência Estado que os integrantes do MST chegaram às 4h da manhã de sábado (28) em dois ônibus e uma van. Mais dois grupos chegaram de moto às 7h. Doller afirmou que os invasores estavam armados e fizeram cinco reféns até as 9h da manhã.
Ulisses Manaças, integrante da coordenação nacional do MST no Pará, confirmou ao portal G1 que ocupação é uma reação às declarações de Gilmar Mendes. Segundo ele, as opiniões do ministro do STF poderiam incentivar ações violentas contra membros do movimento. O MST espera uma posição de neutralidade de Mendes em relação ao tema. Na sexta-feira (27), o primeiro escalão do governo federal não aceitou as críticas do presidente do STF. A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Roussef, afirmou que nenhum repasse de dinheiro é feito contra a lei. E desafiou o Judiciário a provar o contrário.
"Nós cumprimos lei, cumprimos legislação. Não operamos com nenhuma ilegalidade. E para que alguma coisa se caracterize como legalidade ou ilegalidade, ou há uma prova real ou há uma manifestação do Judiciário”, afirmou Dilma. O ministro da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Paulo Vanucchi, se mostrou “preocupado” com as repercussões das opiniões de Gilmar Mendes. Ele acha que isso pode estimular os juízes e desembargadores a observar apenas o direito à propriedade privada, ao julgarem questões agrárias. “Preocupa-me que possa haver o convencimento de juízes, que, às vezes de forma equivocada, vêem apenas o enfrentamento do direito de propriedade assegurado nas leis. Só que o direito de propriedade tem que estar sempre vinculado responsabilidade social.”

(Congresso em Foco)

3 comentários:

Paulo disse...

Seria interessante que os integrantes do MST,em represália,invadissem a residência do Presidente do STF.Invadir propriedade particular,mesmo sendo de um Daniel Dantas,é mais uma demonstração de ranço revanchista de uma entidade que,manipulando pobres coitados,quer se fazer respeitada pelos brasileiros conscientes que sabem que,com violência,não se chaga lugar nenhum.O MST,precisa se reciclar,ter novas lideranças mais de acordo com a realidade brasileira.

Anônimo disse...

Esse tal Ministro dos direitos humanos é uma grande piada! Quanta desfaçatez... O MST MATA 4 cidadãos em Pernambuco e os assassinatos não preocupam o ministro, vejam só! Aliás, parece até que não valem nada pra ele.

Sua grande preocupação é que juízes e desembargadores queiram agora fazer valer A LEI no Brasil, defendendo o direito à propriedade privada, coisa assegurada na Constituição. Ou seja: como sempre, a corja petista defende mesmo é o bandido, o vagabundo que invade, que depreda, que mata.

Como pode um cidadão sem-noção desses ocupar um cargo tão importante? Não deu um pio contra a ação assassina, não teve um gesto de repúdio aos assassinatos, não emitiu uma linha de solidariedade aos familiares das vítimas, mortas friamente pela milícia vagabunda do MST, um dos braços armados do lulopetismo. VERGONHA!!!

Falar que "o direito de propriedade tem que estar sempre vinculado a responsabilidade social" é aloprar na irresponsabilidade, é afrontar a lei, é desrespeitar a Justiça. No Brasil de hoje a palavra "social" ganhou uma conotação estranha quando associada a termos como movimento, responsabilidade, programa, cota etc. Virou um passaporte para o ilícito, algumas vezes até para encobrir vigarices.

VAZA, VANNUCHI!!!

Carol

Anônimo disse...

Queria eu ver a mesma valentia do dr. Gilmar Mendes contra os grandes guabirus, que surrupiam o Erário. Ah, como eu queria !! O MST tem lá os seus sacanas, mas sua causa é extremamente justa. A distribuição de terras no Brasil é criminosa !!

João Teles